Há algum tempo que percebi que não tenho estação do ano que goste mais ou que goste menos. Não posso dizer que sou louca pelo Verão ou pelo Inverno e que detesto a estação oposta, porque não é verdade. Eu adoro os dias quentes de verão, as noites felizes rodeadas de amigos e uma bebida fresca. A água salgada e a areia na pele. Mas adoro igualmente uma manta e uma lareira acesa, o som da chuva na rua e um bom livro. Galochas e cachecóis.

Descobri então que o que gosto mesmo são as mudanças de estações. Com os dias a ficarem mais curtos, depois de um Verão bem passado. As folhas a mudarem de cor para depois cairem. As primeiras chuvas e as primeiras mangas compridas. Ou as temperaturas a subirem depois de um Inverno rigoroso, com o por do sol a ficar para mais tarde.

As mudanças de estação fazem-me, de certa forma, pensar em mudanças na vida. Em fechar a ciclos e iniciar novas fases. Partir à aventura e arriscar. Coisas novas. O desconhecido.

Os últimos meses têm sido estranhos, com altos e baixos descordenados que me têm tirado a atenção do que realmente deveria ser importante. E nesta mudança de estação é isso que quero mudar.

Limpar o que está a mais e plantar pessoas, emoções e experiências novas. Quero resgatar hábitos antigos que me faziam bem e instaurar novos hobbies que me façam ainda melhor.

E é também esse o rumo que quero dar ao blog. Voltar a criar conteúdo de forma mais activa e regular, sem ser só no instagram como tenho feito até agora. Quero trazer conteúdo que já partilhava cá antes e tinha bom feedback. Mas quero também trazer novidades, uma lufada de ar fresco e surpresas.

Por isso, neste dia 1 de Setembro trago um post mais simples, mais escrito, sem grandes edições, para marcar um inicio de um ciclo. Vamos lá? Como sempre convido-vos a deixarem as vossas ideias, sugestões e também criticas construtivas que possam ajudar a melhorar este espaço!

 

Comentários