O Óleo de rícino tem-se tornado cada vez mais popular nos últimos tempos.  Não é difícil encontrarmos inúmeros conselhos sobre o Óleo em diversos sítios da Internet. Nos grupos de facebook onde me encontro é comum ser essa a solução aconselhada quando alguém pede dicas para crescimento dos cabelos, pestanas ou sobrancelhas. No entanto há coisas que não são ditas e que deviam sempre ser alertadas.

Hoje falo-vos então um bocadinho sobre Óleo de rícino. Quais as suas utilidades, quais os beneficios que ele tem, onde o encontrar, e ainda os cuidados que devemos ter quando o utilizamos.

O Óleo de rícino (ou castor oil)  é um óleo que é extremamente forte e, por isso, exige certos cuidados na sua utilização. Ele provém das sementes da Planta da Mamona (ricinus communis), uma planta comum no brasil. A semente é tóxica, no entanto o seu óleo é seguro de ser usado uma vez que a toxina não se dilui no óleo.

Beneficios

A nível físico e estético o óleo tem imensas aplicações e actua de forma positiva em vários problemas.

  • Ele auxilia no crescimento dos cabelos, pestanas e sobrancelhas
  • Combate a caspa
  • E a oleosidade em excesso
  • Ajuda também a hidratar cutículas e a tornar as unhas mais fortes e saudáveis
  • Ajuda no combate à acne
  • Auxilia em queimaduras
  • Ajuda ainda em inflamações e infecções por fungos

Há inúmeros usos para o óleo e muitos mais beneficios associados. Numa breve pesquisa no Google facilmente encontramos milhares de artigos sobre o Óleo de Rícino.

Ele pode ser encontrado em farmácias e ervanárias a um preço muito acessível. No Celeiro, por exemplo, vocês conseguem encontre os 1,25€ e os 5,90€ consoante o tamanho da embalagem. É um óleo muito espesso que se torna difícil de ser utilizado sozinho.

Eu conheci o óleo quando comecei a interessar-me mais por crescimento capilar e ele aparecia inúmeras vezes sugerido. Já o usei e comprovei a sua eficácia. Usei-o em humectação (leiam aqui) misturado com outros óleos e senti que efectivamente ele ajuda a estimular o crescimento do cabelo e ainda a torná-lo mais forte.

No entanto, como referi acima, este é um óleo forte, altamente alergénico a que muita gente faz reacção. É um óleo que exige certos cuidados de que pouca gente fala.

Cuidados

Ele pode causar

  • Dor e desconforto Abdominal
  • Cólicas
  • Diarreia
  • Naúseas
  • Tonturas
  • Dor de Cabeça
  • Desidratação

Entre outros.

Além disso é um Óleo que é conhecido como sendo abortivo e por isso proibido para grávidas e lactantes. É também proibido para crianças pequenas.

É, por isso, importante realizar um teste de alergia antes de o começarem a utilizar. Apliquem o óleo numa das zonas sensíveis como o pulso e atrás da orelha e aguardem 24h para ver se dá qualquer tipo de reacção. Se não existir qualquer reacção significa que não são alérgicos e podem usá-lo à vontade.

Ele pode ser diluído em outros óleos, que ajudam também a ser mais fácil de o aplicar.

Além disso ele tem regras de uso. Assim como qualquer estimulante de crescimento ele deve ser utilizado no máximo 3x/semana num período de 3 meses. Após isso deve ser feita uma pausa de, no mínimo, 1 mês.

Pessoalmente gosto imenso dele para o crescimento do cabelo. Mas não o utilizaria nas pestanas, por ser uma área tão sensível. Nas sobrancelhas eu teria ainda bastante cuidado.

É, na minha opinião, um óleo com propriedades muito boas mas que não deve ser utilizado de “ânimo leve”. Assusta-me um pouco a quantidade de gente que aconselha o óleo sem enumerar os riscos, daí ter escrito o post.

 

Espero que tenham gostado e aprendido alguma coisa útil e nova! Costumam usar óleo de rícino?

 

Um beijo, Raquel

Comentários

Related Post

Etiquetas:, ,